Nélio Bizzo » Prof. Nélio

Prof. Nélio

Uma trajetória na biologia e na educação

O professor Nélio Bizzo formou-se no curso de Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas no Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, onde realizou seu mestrado (1984), no mesmo IB-USP. Trabalhou como professor em diversas escolas públicas e privadas até ingressar na USP como docente. Foi aluno de doutorado da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, que o credenciou junto à Universidade de Cambridge para ter acesso aos manuscritos e biblioteca pessoal de Charles Darwin, em 1990. Regressou ao Brasil no ano seguinte, onde defendeu seu doutorado, na FEUSP, em  dezembro de 1991. No ano seguinte recebeu uma bolsa de pós-doutorado da CAPES, para estudos junto à Universidade de Leeds, na Inglaterra. Regressou no ano seguinte, apresentando uma tese para o concurso de Livre-Docência, intitulada “Meninos do Brasil: Ideias de Reprodução, Eugenia e Cidadania na Escola”.

O professor Nelio Bizzo foi um dos fundadores da Associação Brasileira de Pesquisa em Educação para a Ciência (ABRAPEC), da Rede Nacional de Ciência para Educação, tendo sido eleito membro de seu primeiro Conselho de Administração,  da Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB) e da Sociedade Brasileira de Ensino de Biologia (SBEnBio), da qual foi seu primeiro presidente e eleito sócio-emérito.

Foi ainda eleito vice-presidente e presidente da International Organization for Science and Technology Education (IOSTE). Foi eleito Fellow da Royal Society of Biology de Londres (2008).

Foi indicado pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) para o Conselho Nacional de Educação (CNE), tendo sido designado para a Câmara de Educação Básica, da qual foi eleito vice-presidente em dois mandatos consecutivos. Como professor da educação básica, foi premiado pela Fundação Brasileira para o Desenvolvimento do Ensino de Ciências (FUNBEC, 1985), recebeu o Prêmio Abril de Jornalismo (1991), o Prêmio José Reis de Divulgação Científica (1998) e o Prêmio Jabuti, em três oportunidades (como autor de um dos dez melhores livros didáticos em 2006, como autor de um capítulo de livro em 2010, e em 2016, com o terceiro lugar na categoria Melhor Livro de Ciências da Natureza Meio Ambiente, com um capítulo no livro Energia e Matéria, da Ed. da Física).

O professor Nélio Bizzo foi Visiting Professor da Università degli studi di Verona e Pádua, é pesquisador 1A do Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq), e é professor titular (MS6) de metodologia de ensino de biologia na USP, onde ministra aulas na graduação e pós-graduação, e também trabalha como perito na força-tarefa de Capacity-Building do Intergovernmenal Panel of Biodiversity and Ecosystems Services (IPBES), órgão ligado  à ONU, coordenando o grupo de materiais didáticos para educação em biodiversidade.

FUVEST 2019 – primeira fase tranquila –

26/11/2018

FUVEST 2019 – primeira fase tranquila –

A prova da FUVEST/2019 desta primeira fase trouxe questões criativas,

Leia mais
ENEM 2018 – BIOLOGIA – prova sem novidades (mas ainda com problemas…)

12/11/2018

ENEM 2018 – BIOLOGIA – prova sem novidades (mas ainda com problemas…)

Malgrado o tema da redação ter sido particularmente comemorado pelos

Leia mais

7/11/2018

Declaração de Guerra contra a Educação Pública e Gratuita

Matéria de Herton Escobar do ESP de hoje traz matéria

Leia mais
Leituras da História

8/09/2018

Leituras da História

Entrevista completa para Revista LEITURAS DA HISTÓRIA 117 (Setembro 2018)

Leia mais
Folha de São Paulo

19/05/2018

Folha de São Paulo

ENTREVISTA A REINALDO JOSÉ LOPES, DA FOLHA DE SÃO PAULO,

Leia mais
Deu na GALILEU!

1/05/2018

Deu na GALILEU!

    PARA SABER MAIS SOBRE AS IDEIAS DE CHARLES

Leia mais

Esse site é validado pela W3C, desenvolvido de acordo com os padrões de conteúdo e acessibilidade.