Nélio Bizzo Arquivos » ENEM 2018 – BIOLOGIA – prova sem novidades (mas ainda com problemas…)

12

seg

ENEM 2018 – BIOLOGIA – prova sem novidades (mas ainda com problemas…)

Categoria: Blog

ENEM 2018 – BIOLOGIA – prova sem novidades (mas ainda com problemas…)

Malgrado o tema da redação ter sido particularmente comemorado pelos democratas deste país, a prova do ENEM continua com problemas. Neste ano as questões de Biologia se apresentaram sem surpresas, estavam dentro do previsto na matriz de referência e quase todas demandavam leitura dos textos-base. Em alguns casos, eles eram prolixos e apenas uma frase já bastava para responder a questão, mas em pelo menos uma questão (105, prova amarela), ele era totalmente desnecessário. De qualquer forma, os quatro minutos reservados a cada questão foram suficientes para a resolução das questões.

É de se lamentar que uma das questões (102, prova amarela) apresente texto-base partindo de uma suposta relação causa-efeito entre a disjunção de nicho ecológico entre larva e adulto e o número de espécies de certas ordens de insetos holometábolos. Trata-se de afirmação que não é aceita pela ciência, como será discutido adiante, e que leva os alunos a estabelecerem relações impróprias de causalidade evolutiva. Quem acertou a questão desaprendeu um pouco de Biologia Evolutiva.

Tomando por referência a PROVA AMARELA, aqui vão comentários e dicas que ajudavam a responder a questão:

QUESTÃO – 91

“Para serem absorvidos …”

A questão tem uma formulação algo imprópria, pois o correto seria “Para serem digeridos…”, mas isso não deve ter impossibilitado localizar a resposta correta, que apontava a ação detergente dos sais biliares.

Q_091

Resposta correta: B [Agir como detergentes]

 

QUESTÃO – 93
“Corredores ecológicos visam mitigar …”
A questão tem formulação um pouco prolixa, e apenas o início do texto permitia encontrar a alternativa correta, que aponta o restabelecimento do fluxo gênico entre ecossistemas.

 

Q_093p

Resposta correta: A – [Propicia o fluxo gênico]

 

QUESTÃO – 95
“No ciclo celular …”
A questão se refere ao processo celular de “morte celular programada”, ou mais comumente “apoptose”, que pode ser desencadeada pelo DNA danificado. A proteína p53 é normalmente necessária para iniciar a lise celular mediante reações químicas que ativam enzimas proteolíticas (“caspases”), que passam a clivar proteínas com função estrutural, inclusive da carioteca. Quando é danificado o DNA em certos genes, existe a possibilidade e ativação do ciclo de mitose de maneira desordenada, formando um tumor. Por essa razão esses genes são chamados “oncogenes”.

Q_095

Resposta correta: E[proliferação celular exagerada…]

 

QUESTÃO – 96
A questão tem enunciado extenso e com adaptações discutíveis, mas que permite responder a questão se lido com atenção e observado o gráfico que acompanha a questão. Fala-se do efeito de uma radiação de comprimento de onda de 530 nm, que corresponderia ao máximo de sensibilidade do “pigmento verde”. Se o comprimento de onda fosse de 600 nm o “pigmento vermelho” seria estimulado em 75%. Observando a curva que aparece no gráfico, vê-se que a curva de ativação do “pigmento vermelho” é ascendente até cerca de 580 nm e depois decresce, chegando a 75% aos 600 nm (gráfico da esquerda abaixo). Ocorre que esse é o mesmo nível de ativação desse pigmento na faixa de 530 nm. Na falta do “pigmento verde” a estimulação do “pigmento vermelho” seria a mesma, o que impossibilitaria distinguir os dois comprimentos de onda (gráfico da direita).

Q_096c

Resposta correta: E[distinguir os dois comprimentos de onda…]

 

QUESTÃO – 102
“ Insetos podem apresentar…”
A questão explora a reprodução de insetos e afirma que existiria uma suposta razão de haver maior número de espécies nas ordens de insetos que apresentam holometabolia*. As alternativas apresentadas indicam que o formulador entende que o tipo de alimento diverso, entre as fases larva e imago, explicaria a abundância de espécies, evitando competição intraespecífica.
Q_102

Resposta correta: C [exploração de diferentes nichos, evitando a competição entre as fases da vida (sic)]

*Trata-se de afirmação incorreta, que poderia talvez justificar populações maiores, mas não maior diversificação de espécies. Nem todos os animais holometábolos têm nichos diferentes entre as formas de larva e de imago, como os conhecidos besouros tenébrios. Por outro lado, muitos insetos hemimetábolos têm nichos diferentes entre as formas juvenis e adultas, como no caso das libélulas, e apenas alguns têm sobreposição dos nichos, como no caso do barbeiro. A rigor, segundo Charles Darwin, a diminuição da competição intraespecífica retardaria a diversificação das espécies. A ordem dos besouros (Coleoptera) é a que tem maior número conhecido de espécies (mais de 100.000), o que inspirou a famosa frase de J.B.S.Haldane de que “Deus tem predileção especial por besouros”. A ordem das libélulas (Odonata), que também tem disjunção de nichos, tem pouco mais de 5.000 espécies. Na verdade, segundo Mark A. McPeek (Dartmouth College) e Jonathan M. Brown (Grinnell College) a resposta para a grande diversidade de besouros e borboletas está relacionada com a antiguidade desses grupos, uma vez que nem todas as ordens de insetos surgiram ao mesmo tempo. Simples assim…

Bibliografia: McPeek, M. A., and Brown, J.M., 2007. Clade Age and Not Diversification Rate Explains Species Richness among Animal Taxa. The American Naturalist, 169: E97–E106. DOI: 10.1086/512135. Acesso livre pelo link: https://www.journals.uchicago.edu/doi/10.1086/512135

 

QUESTÃO – 105
“A polinização, que viabiliza …”
A questão tem texto base que não é necessário para a resposta, e exige conhecimento básico de anatomia floral, percebendo que a produção de pólen depende das anteras, localizadas nos estames.
Q_105

Resposta correta: E [ aumento do número de estames]

 

QUESTÃO – 112
“Um estudante relatou que o mapeamento do DNA…”
A questão tem um enunciado deliberadamente errado com o uso da expressão “código genético”, em lugar de “genoma”. Trata-se, na verdade, das trincas de nucleotídeos que codificam os aminoácidos (alternativa A).

Q_112

Resposta correta: A [trincas de nucleotídeos que codificam os aminoácidos]

 

QUESTÃO – 112
“O processo de formação de novas espécies é lento e …”
A questão começa com um enunciado discutível, pois a formação de novas espécies, em especial em plantas, nem sempre é lento (por poliploidia, por exemplo), e apresenta um diagrama no qual se pode perceber as relações de isolamento reprodutivo. As linhas cheias indicam polinização induzida bem sucedida, ao passo que as tracejadas indicam viabilidade pequena ou nula (esquema da esquerda). Para simplificar o esquema e isolar as informações necessárias para a solução, observe, no esquema da direita, como é possível identificar as impossibilidades absolutas de cruzamento (linhas vermelhas) o que indica que quatro populações estão com mecanismos de isolamento reprodutivo bem estabelecido com pelo menos uma outra população. A pergunta fala em “especiação evidente”, o que não é exatamente o caso, mas existem dois pares de populações com mecanismos de isolamento reprodutivo bem estabelecido.
Q_120_original_solucao

Resposta correta: D [Itirapina e Peti; Alcobaça e Marambaia]

 
QUESTÃO – 121
“O cruzamento de duas espécies da família das Anonáceas…”
A questão tem texto de apoio curto e a resposta complica desnecessariamente a questão. A dificuldade maior é a de saber o que se entende por “plantio por enxertia”. Se substituirmos “manutenção do genótipo da planta híbrida” por “manutenção da planta híbrida”, a questão estará igualmente resolvida

Resposta correta: C [manutenção do genótipo da planta híbrida]

 

QUESTÃO – 123
“A utilização de extratos de origem natural…”
Trata-se de questão que exigia apenas atenção da leitura e conhecimento dos vetores das doenças citadas: esquistossomose, leptospirose, leishmaniose, hanseníase e AIDS. A Leishmaniose é tradicionalmente uma doença que merece pouca atenção nos cursos de Biologia.
Q_123

Resposta correta: C [leishmaniose]

 

QUESTÃO – 126
“Anabolismo e catabolismo…”
A questão dispensa a leitura do texto-base e exige conhecimento da atuação do glucagon no fígado.

Resposta correta: E [estimular a utilização do glicogênio]

 

QUESTÃO – 130
“Considere, em um fragmento ambiental…”
A questão traz um enunciado que explora possibilidades de estabelecimento de parentesco em plantas para a produção de semente (S1). Caso os alunos já tenham realizado exercícios com esse tipo de técnica, que não é trivial, poderão resolver a questão facilmente. São dados do problema os perfis genéticos da Semente, da planta mãe (M) e de cinco possíveis doadores de pólen (esquema da esquerda). É possível colocar sob suspeita tanto as plantas DP2 como DP5, mas o alelo 3 do loco B permite decidir a questão.
 
Q130q

 

O entendimento desse tipo de tecnologia, a fim de evitar a simples mecanização de procedimentos, envolve conhecimentos sobre as técnicas de eletroforese:
Q130fig

 

Resposta correta: E [DP5]

Mais Populares

Criacionismo x Evolucionismo

Categoria: Teoria

Criacionismo x Evolucionismo

Bike-Chat: Organismos Geneticamente Modificados

Categoria: Ciência

Bike-Chat: Organismos Geneticamente Modificados

Esse site é validado pela W3C, desenvolvido de acordo com os padrões de conteúdo e acessibilidade.